Posts

Cauby Peixoto R.I.P.

Cauby iniciou sua carreira artística no final da década de 1940. Estudou em um Colégio de Padres Salesianos em Niterói, onde chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava. Cauby trabalhou em um comércio até resolver participar de programas de calouros no rádio, no final da década de 40, no Rio de Janeiro.

Sua voz era caracterizada pelo timbre grave e aveludado, mas principalmente pelo estilo próprio de cantar, que incluía extravagância e penteados excêntricos. Proveniente de uma família de músicos, o pai (conhecido como Cadete) tocava violão, a mãe bandolim, os irmãos eram instrumentistas, as irmãs cantoras e o tio pianista. Sobrinho do músico Nonô, pianista que popularizou o samba naquele instrumento, Cauby também era primo do cantor Ciro Monteiro.

Em 15 de maio de 2016, Cauby morreu em São Paulo, após dar entrada no hospital Sancta Maggiore.

Carreira

Cauby gravou seu primeiro álbum em 1951, que foi chamado de “Saia Branca”. Na época, por não ser muito famoso, teve pouca repercussão.

Em 1952, por intermédio de seu irmão Moacyr, Cauby conheceu Di Veras, famoso empresário, conhecido por suas grandes estratégias de marketing. Ele levou Cauby a São Paulo, especificamente à rua da Rádio Nacional. Di Veras começou a trabalhar na estética de Cauby. Ele exigiu que Cauby vestisse-se bem, pois por ser de família humilde não era acostumado, mas perante os cantores da época, era uma obrigação ser elegante. As mudanças no visual de Cauby tornar-se-ia uma constante. Cauby não deixou de gravar discos durante as mudanças, e em 1955 lançou seu primeiro sucesso no Brasil, o Blue Gardênia, em uma versão que trouxe dos Estados Unidos em português. Na época, era um sucesso na voz de Nat King Cole, ídolo de Cauby. Di Veras trabalhou com Cauby até 1958, quando Cauby atingiu o 5º lugar nos álbuns mais tocado nos EUA.

Cauby foi convidado para uma excursão aos EUA por Cardinal Spellman em 1955. Durante a viagem no navio, Cauby cantou musicas religiosas. Já nos EUA, com nome artístico de Ron Coby, gravou alguns LP’s com a orquestra de Paul Weston, cantando em inglês. Entre 1955 e 1958, ficou indo e voltando dos Estados Unidos.

Em 1956, ele apareceu no filme Com Água na Boca cantando seu grande sucesso, Conceição. Na época, foi citado nas revistas Time and Life como: O Elvis Presley brasileiro.

Em 1957, Cauby foi o primeiro cantor brasileiro a gravar uma canção de rock em português, denominada Rock and Roll, que foi composta por Miguel Gustavo, também autor da marchinha “Pra Frente, Brasil”.

O cantor foi acompanhado pelo grupo The Snakes, formado por Arlênio, Erasmo Carlos, Edson Trindade e José Roberto (o “China”), no filme “Minha Sogra é da Policia” (1958). O grupo acompanhou Cauby na canção That’s Rock, composta por Carlos Imperial. Cauby ainda gravaria a canção “Enrolando o Rock”, da banda Betinho & Seu Conjunto. Após essa rápida passagem pelo gênero, o cantor não voltaria mais a gravar canções de rock, mas essa escolha não interferiu em sua carreira. Em 1958, cantou com seu ídolo de infância, Nat King Cole, o qual dedicou um disco, em 2015.

Em 1959, retornou aos EUA para uma temporada de catorze meses, durante os quais realizou espetáculos, aparições na televisão e gravou, em inglês, Maracangalha (Dorival Caymmi), que recebeu o título de I Go (Musica que levou Cauby a atingir o 5º lugar de disco mais tocado nos EUA em 1958, gravado em um disco compacto de 78 rpm da Epic Records). Numa terceira visita aos EUA, algum tempo depois que participou do filme Jamboreé, da Warner Brothers. Durante toda a década de 1960, limitou-se a apresentações em boates e clubes. Pois de volta ao Brasil, comprou, em sociedade com os irmãos, a boate carioca Drink, passando a se dedicar mais a administração da casa e interrompendo, assim, suas apresentações.

A partir da década de 1970, apresentou-se com frequência em programas de televisão no Rio de Janeiro, e pequenas temporadas em casas noturnas do Rio e de São Paulo. Em 1979, o roteiro profissional incluiu Vitória (ES) e Recife (PE), no Projeto Pixinguinha da Funarte, ao lado de Zezé Gonzaga.

Em 1980, em comemoração aos 25 anos de carreira, lançou pela Som Livre o álbum Cauby, Cauby, com composições escritas especialmente para ele por Caetano Veloso (Cauby, Cauby), Chico Buarque (Bastidores), Tom Jobim (Oficina), Roberto Carlos e Erasmo Carlos (Brigas de amor) e outros. Bastidores, particularmente, se converteria em um dos maiores sucessos do repertório do cantor. No mesmo ano, apresentou-se nos espetáculos Bastidores (Funarte, Rio de Janeiro) e Cauby, Cauby, os bons tempos voltaram, na boate Flag (SP).

Em 1982, teve uma temporada no 150 Night Club (SP), com os irmãos Moacyr (pianista) e Araken (pistonista) e lançou o LP Ângela e Cauby, o primeiro encontro dos dois cantores em disco, com sucessos como Começaria tudo outra vez (Gonzaguinha), Contigo aprendi (Armando Manzanero), Recuerdos de Ipacaray (Z. de Mirkin e Demétrio Ortiz) e a valsa Boa-noite, amor (José Maria de Abreu e Francisco Matoso). Apenas em 1985 participaria com a banda Tokyo – do cantor Supla – num rock-bolero chamado “Romântica”, composto pelos integrantes do grupo paulista.

Em 1989, os 35 anos de carreira foram comemorados no bar e restaurante A Baiuca (São Paulo), ao lado dos irmãos Moacyr, Arakén, Yracema e Andyara (vozes). No mesmo ano, a RGE relançou o “LP Quando os Peixotos se encontram”, de 1957. Em 1993 foi o grande homenageado, ao lado de Ângela Maria, no Prêmio Sharp. Foi lançada pela Columbia caixa com 2 CDs abrangendo as gravações de 1953 a 1959, com sucessos como Conceição entre outros.

Últimos anos

Cauby vivia em São Paulo com sua fã, a empresária e cuidadora Nancy Lara, responsável pela agenda, figurinos, cenários, montagem dos palcos e repertório. Cauby se apresentava nas noites de Segunda-Feira no Bar Brahma, um tradicional templo da boemia paulistana, em funcionamento desde de os anos 40’s, se localiza na mais famosa esquina brasileira (Av. Ipiranga com Av. São João, em São Paulo, Brasil), uma temporada de três meses, com seu sucesso, levou á uma temporada que dura mais de uma década, com ingressos concorridos, tanto no Bar Brahma, como em seus shows que realizava pelo Brasil, com seu violonista, amigo e irmão de Agnaldo Rayol, Ronaldo Rayol.

Em 28 de maio de 2015, seu documentário foi lançado no Brasil, (Cauby – Começaria tudo outra vez) de Nelson Hoineff. O filme possui noventa minutos, e conta toda sua trajetória. A película marcou a reinauguração do Cine Odeon, Cauby fala sobre sua sexualidade e outros temas. Ao longo dos noventa minutos de exibição, o público se assenta em três pilares: além da ideia do eterno recomeço, o modelo de interpretação atemporal de Cauby Peixoto e a sinergia entre ele e a plateia, que transcende gerações. O documentário foi o mais rentável e de maior sucesso do ano de 2015.

Morte

Cauby Peixoto morreu na noite do dia 15 de maio de 2016, aos 85 anos, em São Paulo. O cantor morreu por volta das 23h50. Ele estava internado devido a uma pneumonia, desde o dia 9 de maio no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.

A última apresentação do artista ocorreu no dia 3 de maio de 2016, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Cauby cantou ao lado de cantora Angela Maria com quem estava em turnê de comemoração de sessenta anos de carreira.

O velório de Cauby Peixoto aconteceu no hall da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, sendo seu corpo sepultado no Cemitério de Congonhas.

CD “Cauby canta Sinatra” de 1995

Sou Olympia São Paulo setembro 2005

CD “Cauby sings Sinatra” de 2010

SEXO ETC E TAL!!!

Sexo Etc & Tal!

Única apresentação: 26 de Março de 2016.
Sábado às 21h00
Valores:
Inteira R$40,00 | Meia Entrada R$ 20,00| Aluno Anhembi Morumbi R$ 16,00

Estacionamento: R$ 20,00 em frente
Gênero: Comédia
Faixa Etária: 16 anos
Duração: 90 minutos
Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Bilheteria do Teatro Gamaro
Localização: Rua Doutor Almeida Lima, 1176 – Mooca – Estação Bresser/Mooca (Saída pela Rua Ipanema)
Atendimento da Bilheteria: Quarta-feira à Domingo: 14h as 19h.

ANDRÉ RANGEL

O talentoso e bem-humorado ator André Rangel é o protagonista da peça Sexo,etc e tal, que tem única apresentação em São Paulo no Teatro Gamaro na Doutor Almeida Lima, 1176 – Mooca – Estação Bresser/Mooca. Telefone (11) 2872-1457
A comédia aborda a sexualidade do brasileiro de uma forma descontraída, com personagens de fácil identificação por parte dos espectadores. André fez sucesso, durante 16 anos, com a peça.
O ator gosta de interpretar personagens caricatos e atrapalhados e de fazer o público rir nos espetáculos. Em seus 16 anos de carreira, já levou seu bom humor a todos os cantos do país.

andre rangel

Leia mais

, ,

ELVIS BACK COM ADAM ROMAN & ELVISBACK BIG BAND

A MELHOR ELVIS BIG BAND DA AMÉRICA LATINA

Adam Presley & Elvisback Big Band apresentam o show “Elvis Las Vegas Concert” abrindo a turnê 2014 e em tributo pelo aniversário de Elvis Presley, fazendo com que o todos sintam a emoção de estar num verdadeiro show de Elvis, nos anos 70, época em que ele reinava absoluto em Las Vegas.
Adam Presley cativa e impressiona pela elegante performance frente a big band que traz um espetáculo vibrante e impactante, reproduzindo a magia e a energia das apresentações deste grande mito num show emocionante. O show que tem lotado plateias das cidades por onde passa e esteve em turnê por diversas cidades do país.

O show reproduz:

– All shook up
– What now my love
– It´s now or never
– Burning Love
– Heartbreak Hotel
– Teddy Bear / Don’t Be Cruel
– Trouble
– Johnny B. Good
– Hound Dog
– I Got A Woman
– Tutti-Frutti
– Jailhouse Rock
– Blue Suede Shoes
– Bridge Over Troubled Water
– Suspicious Minds
– My Way
– You’ve Lost That Lovin’ Feeling
– Sweet Caroline
– Polk Salad Annie
– Can’t Help Falling In Love

Entre outros sucessos no site.

Única apresentação: 13 de Março de 2016, desconto de 50% trazendo o print do post de R$ 70,00 por R$ 35,00.

Domingo às 20:00

Valores: Inteira R$ 70,00 | Meia Entrada R$ 35,00|

Estacionamento: R$ 20,00 em frente

Gênero: Rock Pop

Faixa Etária: Livre

Duração: 70 minutos

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Bilheteria do Teatro Gamaro

Localização: Rua Doutor Almeida Lima, 1176 – Mooca – Estação Bresser/Mooca (Saída pela Rua Ipanema)
São Paulo / SP
CEP: 03164-000

Telefone: (11) 2081-5924
E-mail: contato.teatro@gamaro.com.br

Atendimento da Bilheteria: Quarta-feira à Domingo: 14h as 19h.

1920

1920

,

Lindsey Stirling

Vida e Carreira

Lindsey Stirling nasceu em Santa Ana, na Californa (Estados Unidos) e cresceu em Gilbert, Arizona. Estudou na Brigham Young University em Utah, no curso de recreação terapêutica. Participou como missionária de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Nova York.
Retornou para Utah em 2009, para continuar seus estudos em 2009, permanecendo lá até 2012, quando retornou para o Arizona com sua família. Com cinco anos, influenciada pela música clássica que seu païi ouvia, Stirling comecou a estudar violino. Teve aulas particulares por 12 anos. Com 16 anos, se juntou a uma banda de rock, na Mesquite High School com quatro amigos, intitulado o grupo de “Stomp on Melvin”. Nessa época, escreveu composições de violino solo. Ganhou títulos de Miss Arizona Junior e competiu para o prêmio Spirit Award na categoria Miss Junior America. Stirling também foi membro da banda Charley Jenkins Band por um ano.
Em 2010, com 23 anos, Stirling foi eliminada nas quartas de final do programa televisivo America’s Got Talent, quinta temporada, e se descreveu como uma “violinista hip hop”. Os jurados do programa classificaram suas apresentações como eletrizantes e Stirling ganhou atenção do público. Mas, ao focar na melhora na dança de sua apresentação, nas quartas de final, o jurado Piers Morgan lhe disse: “Você não é uma pessoa sem talento, mas não é boa suficiente para que saia voando por aí, ao mesmo tempo em que toca violino.” A jurada Sharon Osbourne comentou “Você precisa estar em um grupo… O que você faz não é suficiente para encher uma platéia em Las Vegas”. Em resposta, no seu blog, Stirling confidenciou que estava devastada com os resultados e que a experiência acabou sendo, de certa forma, humilhante e, apesar disso, ela quer reaprender de onde move sua força. Stirling decidiu continuar no seu estilo único, promovendo-se pela Internet. Em 2012, falou em uma entrevista “Muitas pessoas me disseram pelo caminho qual era meu estilo e a música que faço… não pode ser comercializável. Mas a única razão pelo meu sucesso é que mantive verdadeira comigo mesma.
Depois de sua apresentação na televisão, o diretor Devin Graham (DevinSuperTramp) entrou em contato para a gravação de um vídeo no YouTube. Eles concordaram em gravar a música “Spontaneous Me”, filmada na semana de 9 de maio de 2011. Sua popularidade aumentou ainda mais e ela produziu mais filmes para o YouTube. Seu canal no YouTube criado em 2007, Lindseystomp, em homenagem à sua primeira banda Stomp, é a fonte principal de seus vídeos musicais.
Em 2011, o canal atingiu grande popularidade, com mais de 375 milhões de visitas e 2.8 milhões de assinantes, até julho de 2013. A primeira turnê aconteceu nos Estados Unidos, em 2012. Em 2013, iniciou sua turnê européia. em 26 cidades.

 

Site Oficial  | YouTube Oficial | Datas de Shows

Eventos

HRSA FITNESS BRASIL | 2019

A IHRSA Fitness Brasil 2019 está comemorando 20 anos de existência. E, mais uma vez, convidamos você, profissional da área de educação física e gestor de negócios do segmento de saúde, a consumir o melhor conteúdo em nosso CONGRESSO, que conta com os melhores especialistas para transformar sua carreira e negócios.

Além disso, nossa EXPO está sendo preparada com diversas atrações e atividades gratuitas, à espera daqueles que trabalham em atividades relacionadas à área do bem-estar, estudantes e praticantes de atividade física.

É por essa razão que este é o maior encontro dos líderes do setor, promovendo educação, networking, negócios e experiências.

HRSA FITNESS BRASIL
Data: 29, 30 E 31 DE AGOSTO DE 2019
Local: TRANSAMERICA EXPO CENTER / SÃO PAULO/SP
Link com Planta da Feira
https://fitnessbrasil.com.br/ihrsa