Conheça nosso portfolio de projetos.

FRACASSADAS, NINGUÉM É PERFEITO | 100% ROUANET | PROC

“FRACASSADAS, NINGUÉM É PERFEITO”, é um texto Argentino, do gênero comédia, adulto, escrito pelo renomado autor e diretor Jose Maria Muscari.
Em cartaz atualmente na cidade de Buenos Aires, há 8 meses o espetáculo vem fazendo sucesso. E agora ganhará a versão Americana e Brasileira.
Uma comédia hilariante que nos faz rir de nossas próprias fraquezas e olhar para as alegrias e tristezas da vida de forma implacável. Uma comédia ácida como é característica do autor.
Seguindo a fórmula do sucesso de Toc-Toc e Baixa Terapia nos deparamos com a terapia de grupo como o eixo de sua proposta dramática.

OBJETIVOS

• CAPTAÇÃO DE 100% ROUANET – realizar temporada de:

2 meses em São Paulo;
2 meses no Rio de Janeiro;
1 semana em São José dos Campos; 1 semana em Belo Horizonte.

Apresentações de sexta a domingo em horário nobre, contabilizando 54 apresentações. Expectativa de 18.000 espectadores entre homens e mullheres de 20 a 50 anos.

• CAPTAÇÃO DE 100% PROAC – realizar temporada de 3 meses em São Paulo. Apresentações de sexta a domingo em horário nobre, contabilizando 24 apresentações. Expectativa de 9.000 espectadores entre homens e
mullheres de 20 a 50 anos.

JUSTIFICATIVA

“FRACASSADAS, NINGUÉM É PERFEITO” se torna importante pois mostra ao público que não é vergonhoso falar de sentimentos e fracassos e ressalta o quanto é importante se conversar e ter com quem contar nas horas difíceis, pois assim os problemas se tornam menores. Ajuda a olhar com bom humor para as di culdades, pois elas fazem parte da vida. Nos traz uma carga de respiro e otimismo para continuar quando percebemos que os nossos problemas não são somente nossos, mas de todos nós. Uma vez que todos passam por questões parecidas.
É posto em cena humanização e universalização dos enfrentamentos cotidianos. Humanização quando nos conscientizamos que não somos super-heróis e estamos sujeitos a fracassos e sucessos. E universalização por perceber que a mesma mensagem pode ser levada aqui ou em outro pais.
Um espetáculo que traz re exão através do humor.

SINOPSE

A peça conta a história de quatro amigas que se identificam pelas mesmas questões: lidar com o amor, idade, sexo, dinheiro e tudo o que nos acontece quando a vida diária é complicada. Mostra a transformação destas mulheres depois da chegada da terapeuta Patricia Palmer, uma psicóloga ousada e que nos faz rir de nossos problemas e dificuldades.
A primeira etapa do espetáculo apresenta quatro amigas com diálogos muito divertidos, ácidos e dinâmicos, de personalidades distintas e que nos fazem reconhecer na pele de cada uma delas questões muito íntimas vividas pela maioria das mulheres. Quatro amigas com personalidades muito diferentes, que se amam e se criticam.
A ideia de contratar uma psicóloga parte de uma das amigas, que prepara esta surpresa para o restante do grupo. Inicialmente todas cam um pouco receosas, mas com o tempo, acompanhamos a entrega dessas mulheres e os diálogos cômicos recheados de significado que tomam conta do espetáculo até o final.
Enfim, quatro mulheres no divã que poderiam ser qualquer uma de nós.

Projeto Detalhado

DOU | Rouanet

Cotas de Patrocinio

Lei de Incentivo | DOU | Rouanet

“O Príncipe e o Pobre – o Musical” | (Rouanet)

Projeto

“O PRÍNCIPE E O POBRE” – O MUSICAL, é uma adaptação do clássico O Príncipe e o Mendigo, de Mark Twain, do gênero Musical, infanto-juvenil, escrito pela renomada Anna Toledo.
Um texto que traz à tona questões extremamente relevantes, como valores e preconceito. Uma história sobre dois meninos que resolvem trocar suas identidades para experimentar realidades totalmente diferentes.
O projeto vislumbra contribuir para a quebra da barreira social que ainda existe e do preconceito. Interpretados pelos atores Thiago Martins e Leandro Luna, “O Píncipe e o Pobre” é uma crítica ao julgamento baseado nas aparências. Uma fábula sobre a hipocrisia e a injustiça, bem como uma divertida comédia, que vem provocando lágrimas e risos em sucessivas gerações de leitores desde sua publicação, em 1882.

Objetivo

CAPTAÇÃO DE 100% ROUANET: realizar temporada de 3 meses na cidade de São Paulo e 2 meses na cidade do Rio de Janeiro. Apresentações aos sábados e domingos no período da tarde, contabilizando 44 apresentações. Expectativa de 19.000 espectadores. CAPTAÇÃO DE 100% PROAC: realizar temporada de 2 meses na cidade de São Paulo. Apresentações aos sábados e domingos no período da tarde, contabilizando 16 apresentações. Expectativa de 9.000 espectadores.

“O PRÍNCIPE E O POBRE” – O MUSICAL trata-se de um espetáculo musical direcionado ao público infantil e jovem, apresentado na forma de commedia dell’arte, com dez atores no elenco, que se utiliza de uma linguagem de fácil compreensão. Conta também com doze músicas originais, tornando o espetáculo sonora e visualmente rico.

Indicada até hoje na maioria das escolas de todo país, “O PRÍNCIPE E O POBRE” – O MUSICAL, reaproximará os espectadores às aventuras destes personagens que marcaram gerações e que continuam a contribuir significantemente na formação de indivíduos por todo mundo.

Projeto Detalhado

Lei de Incentivo | DOU | Rouanet

Cotas e Contra Partidas

Dúvidas DOU e Rouanet

Mais informações entrar em contato (11) 2674-5050 | contato@tpeventos.com.br

Musical PACTO: A História de Leopold e Loeb (PROAC)

Projeto de musical ADULTO, que tem estreia confirmada para fevereiro de 2018 no teatro Porto Seguro e está APROVADO no PROAC e aguardando aprovação na Rouanet.

PACTO estreia pela primeira vez em São Paulo no Teatro Porto Seguro com 509 lugares, dia 27 de fevereiro de 2018 com uma temporada mínima de 2 meses de duração, atingindo um público aproximado de 6.000 pessoas.
Acreditamos que este musical dialogue com variadas marcas e produtos direcionadas ao público masculino de 18 a 65 anos.

O projeto conta com o patrocínio da Porto Seguro.

Estamos no momento com a chancela APRESENTA disponível, cota PROAC de R$150.000,00, temporada de 2 meses no Teatro Porto Seguro. Vislumbramos a possibilidade de realizer ações muito interessantes na estreia VIP do musical e também em sessões previamente pautadas.

Detalhes do Projeto

DOU APROVADO – PROAC

Explicação sobre Lei de Incentivo – Rouanet e PRONAC

Venha fazer parte deste projeto mais informações: (11) 2674-5050 | contato@tpeventos.com.br

Parceria Zezé di Camargo & Luciano

Objetivo

Ter um relacionamento comercial/parceria entre a marcas e a dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano.
Impulsionado a marca do parceiro com novas vendas e relacionamento com clientes.

Biografia

Zezé Di Camargo & Luciano é uma dupla sertaneja brasileira formada pelos irmãos Mirosmar José de Camargo (cujo nome artístico – pseudônimo é Zezé Di Camargo) e Welson David de Camargo (conhecido como Luciano), naturais de Capela do Rio do Peixe, distrito de Pirenópolis, no estado de Goiás. A dupla tem uma média de 120 shows por ano, mais de um milhão de cópias por CD lançado, participação em campanhas publicitárias e licenciamento em várias marcas.

Discografia

Consiste em 25 álbuns de estúdio (contando com dois em espanhol), dois álbuns ao vivo, seis álbuns de compilação, um EP e quatro álbuns de vídeo. Toda essa trajetória começou com a canção “É o Amor”, composta pelo próprio Zezé Di Camargo, que de longe é a canção de maior sucesso da dupla juntamente com “No Dia Em Que Eu Saí de Casa”. Já venderam mais de 40 milhões de discos.

Mais detalhes do projeto no link.

Contato: edu@tpeventos.com.br | (11) 2674-5050 | (11) 97028-0077 (Tim e Watts)

Miss Teen Brasil 2017

O concurso Miss Teen Brasil é um concurso de beleza nacional para garotas entre 14 e 17 anos de idade.
Criado em 2008, o objetivo do evento é selecionar a representante do Brasil para os concursos internacionais Miss Teenager Universal, Miss Teenager International e Miss Teen Americas.
A organização e realização do evento é da Teen Brasil Eventos, Gerson Antonelli e TP Eventos.

Regulamento

Para participar a candidata deverá preencher os seguintes requisitos:

 ter entre 14 e 17 anos de idade,
 ser solteira, nunca casada e sem filhos,
 estar matriculada em uma escola pública ou particular,
 ter altura mínima de 1,60 m,
 pagar taxa de inscrição.

As interessadas deverão participar de uma seletiva ou concurso estadual tendo a vencedora o direito de representar o estado no concurso nacional.

Para os estados sem coordenação a Diretoria Nacional se reserva o direito de indicar representantes residentes ou não na região geográfica em referência.

Evento Final

As representantes dos estados e Distrito Federal participam de diversas provas classificatórias em traje de praia e entrevista pessoal durante a semana do concurso.

As 12 candidatas com o maior total de notas se tornam as semifinalistas, as quais são anunciadas na noite da final.

As 12 semifinalistas participam de provas em traje de praia e vestido de gala na noite da final quando os jurados selecionam 3 finalistas.

As 6 finalistas participam de uma entrevista ao vivo no palco e de um desfile de avaliação final pelo painel de jurados que selecionam a vencedora, primeiro e segundo lugares.

Venha fazer parte deste Grande Projeto.

Plano Comercial

MISS TEEN Brasil 2017 from TP Eventos on Vimeo.

Miss Teen Brasil 2016

Miss Teen Brasil 2016 from Miss Teen Brasil on Vimeo.

Projeto MEU AMIGO, CHARLIE BROW- UM MUSICAL DA BROADWAY

Projeto do espetáculo MEU AMIGO, CHARLIE BROW- UM MUSICAL DA BROADWAY, o qual traz Tiago Abravanel no papel de SNOOPY, Leandro Luna como Charlie Brown e Sabrina Korgut como Lucy, um musical para toda a família: “Ótimo para as crianças e melhor ainda para os adultos”!!!

O PALHAÇO E A BAILARINA

O PALHAÇO E A BAILARINA é uma singela e contundente história de liberdade, amor e coragem. Esta fábula musical narra a trajetória de uma bailarina que é tirada dos ares por um domador de leões, dono de um circo, que por não ter seu amor reconhecido por ela, a coloca presa dentro de uma caixinha de música. Ele exige com crueldade da Bailarina equilibrista Anabel, que se apresente todos os dias para que ele ganhe às suas custas. O Palhaço, seu antigo colega de circo, sempre admirou sua parceira, pois os dois apresentavam-se juntos no antigo circo de Tombo. A Bailarina também, sempre foi admiradora secreta do Palhaço, mas nunca ambos tiveram coragem de revelar um para o outro o carinho que sentiam. Eles nunca revelaram seus sentimentos, com medo de estragar a bonita amizade que tinham, até porque não saberiam se seriam correspondidos. Só quando são separados pelo destino, é que se dão conta do quanto gostavam um do outro. O Palhaço nem imagina que a sua Bailarina está nas mãos de seu antigo patrão Tombo, que alimenta por ela uma paixão platônica. E ela nem imagina por onde deve andar o Palhaço que nunca mais viu. Este encantador espetáculo musical, O Palhaço e a Bailarina, é uma linda e comovente história de vida, encanto e magia, vivida por dois personagens icônicos do imaginário popular: um Palhaço e uma Bailarina.

Os Criadores

Kiara Sasso

Detentora da mais linda e incomparável voz, é considerada pelo público e pela crítica, como a grande estrela dos musicais. É a atriz mais completa em atividade e dona de um currículo invejável, onde a muito tempo tornou-se a referência de maior peso no teatro musical brasileiro. Kiara Sasso é um marco no meio musical.
Criada em Los Angeles, California, Kiara começou a trabalhar em TV, filmes, series e comerciais aos 8 anos. Aos 14 voltou para Rio de Janeiro e protagonizou os musicais Banana Split, Doidas Folias, As Malvadas, Broadway in Café e os musicais Off-Broadway montados no Rio, Os Fantástikos e Tudo É Jazz!
De volta aos EUA, na Faculdade de Santa Monica, cursou teatro musical e protagonizou o musical The Threepenny Opera. No LaJolla Playhouse, integrou o elenco do primeiro workshop do musical da Broadway, Spring Awakening, dirigido pelo vencedor do Tony Award, Michael Mayer, em 1999. Em Portugal e no Rio, estrelou o musical. Cole Porter; Ele Nunca Disse Que Me Amava. Kiara emprestou a voz para várias personagens da Disney. Dentre elas as vozes cantadas de Ariel em A Pequena Sereia I & II; Clio, uma das musas de Hércules; Mei em Mulan II; Cinderela em Cinderela II,; e Angelique de A Bela e a Fera, O Natal Encantado, onde também dublou a voz falada. No Brasil, participou do programa Caça Talentos e estrelou o longa-metragem Dores e Amores.
Kiara protagonizou os maiores musicais de SP; A Bela e a Fera, O Fantasma da Ópera, Miss Saigon, A Noviça Rebelde, Jekyll & Hyde; O Médico e o Monstro, Mamma Mia!, Hair, New York New York, O Homem de La Mancha e A Madrinha Embriagada, que à rendeu o Prêmio Bibi Ferreira de Melhor Atriz Coadjuvante pela sua hilária Eva!
Em 2016, Kiara lançou sua primeira obra autoral, o espetáculo musical infantil O PALHAÇO E A BAILARINA, onde ela não é somente a protagonista Bailarina como também sua criadora, idealizadora e diretora!

Lázaro Menezes

Considerado pelo público e renomados diretores como um multiartísta por sua virtuosidade enquanto, Ator , cantor, dançarino, sapateador e palhaço e instrumentista.
 
Lázaro Menezes tem em sua tragetória diversos espetáculos e uma vasta experiência não só como ator, mas também como diretor, pois já trabalhou ao lado de grandes nomes do teatro brsileiro, destacando o conceituadíssimo Ulysses Cruz. Em seu mais recente feito, o ator não só criou, dirigiu e produziu, como também atuou juntamente com sua parceira, a atriz Kiara Sasso, no projeto do espetáculo autoral e musical O PALHAÇO E A BAILARINA. Este espetáculo tem lhe rendido muitos elogios pois também assina o texto desta produção. Atuou também no premiado musical O Homem de La Mancha, com direção de Miguel Falabela. Atuou e dirigiu juntamente com Ulysses Cruz a Via Sacra dentro das festividades da JMJ 2013. Compôs o elenco dos especiais Criança Esperança em três edições, (2010), (2011) e (2012).
 
Integrou durante 8 anos o grupo de teatro VIRAMUNDOS (RS) onde protagonizou diversas peças teatrais, como: Peter Pan, Timbre de Galo Um Musical Gauchesco, Fantoches, Till Eulespiegel, Barata Ribeiro 193 e O Menino Maluquinho, onde foi premiado em vários festivais. Estuda palhaçaria clássica e tem como Mestre nesta linguagem, Marcio Libar, que também foi diretor do seu espetáculo cômico A Missão O Show (2010) Premiado em festivais de teatro nacionais e internacionais, destacando o prêmio pelo projeto Viratrânsito com o espetáculo: Tô Sem Freio, na Suécia. Na televisão trabalhou com Renato Aragão em: Didi o Peregrino; fez a novela Salve Jorge e a minissérie Lara com Z na TV Globo.

Projeto

MINISTÉRIO DA CULTURA

PRONAC: 1511057

Custo do projeto Aprovado R$ 793.438,80
Porto Seguro R$ 380.000,00
Saldo para Investimento R$ 413.438,80

Lei Estadual de Incentivo a Cultura – PROAC – ICMS

Código do Projeto 18640

Valor aprovado R$ 280.500,00

Site Oficial

Livro “Parque das Emas, no coração do cerrado”

O livro terá distribuição gratuita, garantindo assim a democratização de acesso a todas as classes sócio-econômicas. Será distribuído em escolas públicas de ensino médio e em bibliotecas públicas, além dos Centros de Atendimento ao Turista (CAT) dos municípios da zona de influência do Parque (Mineiros, Chapadão do Céu, Serranópolis, em Goiás e Chapadão do Sul e Costa Rica, em Mato Grosso do Sul).

OBJETIVO

Publicar um livro de fotografias e textos sobre o Parque Nacional das Emas,a maior unidade de conservação do bioma cerrado do mundo, propondo a discussão da relação que a comunidade produtora do agronegócio vizinha tem com o parque e as consequencias para o meio ambiente desse relacionamento, não só para o Parque como também para toda a política de preservação ambiental em curso no país.
O livro terá o formato 21×28 cm com cerca de 170 páginas em papel couchê e totalmente a cores. Será ilustrado com mais de 100 (cem) fotografias (a cores e em preto e branco) da paisagem, dos campos, do cerrado, das águas, dos bichos e dos homens da comunidade vizinha ao Parque. Terá textos de apoio, com a introdução de cada capítulo fotográfico das fisionomias do parque e da ocupação antrópica das terras vizinhas, apresentando suas características de forma descritiva e literária.
Graficamente o livro terá orientação vertical, com parte das fotografias sendo apresentadas em páginas duplas, para que a obra garanta sua característica artística ao mesmo tempo em que facilite e atraia a atenção do leitor para seus textos.

JUSTIFICATIVA

Depois de mais de 30 anos de conhecimento e visitas fotográficas frequentes ao Parque Nacional Emas e às comunidades do seu entorno, decidi publicar esse livro e compartilhar a maravilhosa experiência de fotografar sua paisagem, seus viventes e os homens e mulheres que o cercam, para deixar registrada a beleza cênica de sua natureza e a realidade produtiva das comunidades em sua vizinhança. O sentido da publicação é que a obra tenha o viés prático de despertar nas novas gerações a importância da preservação do bioma cerrado e alertar para os impactos da relação da produção moderna com a natureza.

SINOPSE DA OBRA

“Parque das Emas, no coração do Cerrado”, descreve em fotografias e textos a maior unidade de conservação do cerrado no mundo, bioma que é o segundo em extensão do Brasil. Com sua terra primitiva, sua fitofisionomia preservada e seus campos sem fim em estado natural há milhões de anos, o Parque vive hoje seu maior desafio desde sua criação em 1961, que é o de sobreviver à expansão frenética da ciranda produtiva do agronegócio no seu entorno. A proposta do livro é mostrar sua paisagem, seus viventes e o trabalho do homem em seus limites, descrevendo imagética e literariamente esse desafio e impactos para o ambiente e para o desenvolvimento econômico.
São mais de cem fotografias produzidas com olhar artístico e rigor técnico, grande parte ampliada em páginas duplas, que revelam a beleza cênica de sua natureza única e encantadora, além da atividade humana em seu entorno.
O livro está dividido em quatro partes, todas ilustradas com fotografias e apoiadas em bibliografia de caráter científico, acadêmico e da literatura regional brasileira. São fotografias da paisagem, da fauna, da flora, dos rios e dos elementos humanos que compõe a natureza e o território do Parque:

Parte I – Introdução Nota do Autor, Apresentação Prefácio
Sumário
Parte II – o Meio A Paisagem
Os Campos
O Cerrado
As Águas Os Bichos
Parte III – o Homem
A Ocupação Humana do Entorno Entrevistas
A Terra
Parte IV – Encerramento Considerações finais
Índice das fotografias
O Autor
Bibliografia
Agradecimentos

DETALHAMENTO DOS CAPÍTULOS

Parte I – Introdução – Nota do Autor

O autor descreve sua relação com o Parque das Emas, em análise temporal e espacial, narrando desde o primeiro contato, suas experiências renovadas em cada viagem ao interior da reserva, histórias pessoais, o testemunho das transformações ocorridas no entorno a partir dos anos 80 do século XX, o frágil equilíbrio entre homens e natureza nas comunidades vizinhas, o questionamento da real utilidade da existência do parque e sua motivação em produzir o livro;

– Apresentação

Dois textos de apresentação feitos pelo patrocinador e por renomado fotógrafo brasileiro;

– Prefácio

Texto feito por escritor da Academia Goiana de Letras e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás;

– Sumário

Índice dos capítulos

Parte II – o Meio – A Paisagem

Análise da conceituação teórica da paisagem enquanto elemento geográfico e sócio- cultural, descrição das diversas fisionomias paisagísticas no Parque, o clima, sua formação, sua evolução geomorfológica e geológica e seu sentido como código presente e testemunho do passado, resultado de interações dinâmicas naturais;

– Os Campos

Breve histórico dos campos desde o Brasil colonial, seu uso como referência geográfica para os bandeirantes, viajantes e colonizadores, sua similaridade com a savana africana, a descrição de sua composição fitológica, do seu uso intensivo pela agricultura na vizinhança e, em conseqüência, da sua importância dentro do território do Parque, onde ocupam quase 70% de sua área;

– O Cerrado

Descrição do bioma cerrado no Brasil, sua importância para o ambiente, suas fisionomias, sua flora rica em recursos medicinais e alimentares, sua fauna única e diversificada, suas características específicas dentro e no entorno do Parque e sua influência nas culturas, trabalho, cotidiano e devoções nas representações do homem no bioma;

– As Águas

Contextualização da rede hidrográfica do Parque no planalto central brasileiro, considerado a cumeeira do país, seus principais rios, o trajeto e a importância de suas águas para a alimentação das bacias hidrográficas do Araguaia, Alto Paraguai e Paraná, a conformidade e harmonia de suas águas e dos meandros dos seus rios com a fisionomia geral do Parque e os aspectos paisagísticos das suas margens;

– Os Bichos

Exposição sobre os principais habitantes do Parque, que, com uma fauna exuberante e de fácil observação, abriga grande parte das 190 espécies de mamíferos, mais de 350 espécies de aves do cerrado, mais de 50 espécies de serpentes, cerca de 28 espécies de lagartos e 27 espécies de anfíbios, além de 20 espécies de peixes, narrando costumes, hábitos e comportamentos dessas espécies, que fizeram com que
o Parque se tornasse um centro de reprodução e dispersão dos animais silvestres e uma fonte de repovoamento de toda a região.

Parte III – o Homem

– A Ocupação Humana do Entorno

Narração sobre a identidade da população local e sua relação com a existência do Parque, o imaginário popular e sua interação entre a economia política e a natureza, contrastes entre a tipologia dos antigos moradores e a imigração sulista do final do século XX, a criação de novos aglomerados urbanos com a expansão da agricultura de exportação e a retração da pecuária tradicional e a mudança de hábitos seculares a partir da modernização, além de informações econômicas, estatísticas e geográficas dos municípios limítrofes;

– Entrevistas

Entrevistas com moradores representativos das comunidades vizinhas, buscando explorar a sua visão em relação ao Parque, suas histórias de vida, casos, experiências pessoais e sentimentos que o contato diário próximo com uma unidade de conservação de grande influência ambiental e renome internacional despertam em cada um;

– A Terra

Apresentação das características da terra na região onde se localiza o Parque, enquanto composição e morfologia do solo natural e do terreno usado para cultivo, sua exploração comercial, o atrativo que essas características oferecem ao agronegócio, a transformação do Parque em uma ilha de biodiversidade em meio à matriz agropecuária, a importância regional da terra no seu entorno para o crescimento das cidades e populações vizinhas e para o incremento de índices como o PIB (Produto Interno Bruto) e o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e as ameaças que este mesmo desenvolvimento oferecem ao modelo de parques nacionais.

Parte IV – Encerramento

– Considerações finais

Descrição da relação direta da fotografia com o processo de elaboração do livro na vida do autor, suas dificuldades e recompensas ao longo dos anos de pesquisas e trabalhos fotográficos dentro do Parque, citações pessoais à família e aos personagens que foram parte importante na realização do projeto, declaração de propósitos e do sentido de respeitar, valorizar e divulgar a natureza única do cerrado e seus viventes;

– Índice das fotografias

Índice das fotografias do livro, com miniaturas, página de localização, título, nome popular e nome científico (quando for o caso) do objeto fotografado;

– O Autor

Breve biografia do autor;

– Bibliografia

Listagem de todas as fontes de consulta utilizadas no texto e citadas na elaboração do livro, de acordo com normas da ABNT;

– Agradecimentos

Relação de pessoas que, direta ou indiretamente, colaboraram para a elaboração do livro, com respectivos agradecimentos.

Ficha Técnica

AUTORIA (TEXTO E FOTOGRAFIAS):

ANDRÉ LUIZ MONTEIRO DA SILVA
André Monteiro (nome artístico de André Luiz Monteiro da Silva) é fotógrafo, graduado em Engenharia Cartográfica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, pós-graduado em Sensoriamento Remoto por Imagens pela Universidade Federal de Goiás e tem formação em Professional Photography pelo NYIP (New York Institute of Photography).
É membro da AFNATURA (Associação de Fotógrafos de Natureza do Brasil)
Autor do livro “Memórias: Boiadeiros do Cerrado”, publicado pelo Instituto Casa Brasil de Cultura, de Goiás, em 2010.
Colaborou, a pedido do autor, com as fotografias do livro “Uma pausa para a Coluna passar”, de Martiniano J. Silva, escritor, membro da Academia Goiana de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, publicado pela editora Kelps, de Goiás, em 2012.
Participou das seguintes mostras e exposições fotográficas:
2014 – Exposição “Parque das Emas em preto e branco”, SESC Centro, Goiânia, GO, Ipê

Shopping, Mineiros, GO e Câmara de Vereadores, Chapadão do Céu, GO
2013 – Salão Internacional de Fotografia, FIAP (Federation Internationale de l’Art Photographique), Çakovec, Croácia
2013 – Salão Nacional de Fotografia, Museu da Imagem e do som, Araraquara, SP 2012 – Mostra SESC/DF “Centro-Oeste: O homem, a cultura e o meio”, Museu da República, Brasília, DF
2011 – Exposição “Goyaz”, Mostra Internacional FotoRio, Rio de Janeiro, RJ
2011 – Exposição “Cerrado”, Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, GO 2010 – Exposição “Olhares sobre Goiás – Caminhos”, Secretaria da Fazenda de Goiás, Goiânia, GO

———————————————————————————————— DIAGRAMAÇÃO: ANDRÉ LUIZ MONTEIRO DA SILVA (ACIMA) ————————————————————————————————– CONSULTORIA FOTOGRÁFICA: WEIMER CARVALHO
CURRICULUM VITAE
Weimer de Carvalho Franco, 40 anos, natural de Jataí-GO. Graduação em Geografia pela UFG.
Editor de fotografia do Jornal O Popular.
Fotojornalista desde 1991, com trabalhos publicados em diversos jornais e revistas nacionais e internacionais, entre eles: Jornais – Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, O Globo, Correio Braziliense, El Pais, The Guardian Revistas – Veja, Época, Isto É, Placar, Contigo, Manchete, Claudia entre outros.
TRABALHOS PREMIADOS
1995
* III Prêmio Beg Natureza – Categoria: Fotografia – 1o lugar
1996
* IV Prêmio Beg Natureza – Categoria: Fotografia – 1o lugar
* Prêmio Mobilizando a Sociedade e Promovendo a Saúde no Trânsito – Categoria: Fotojornalismo – 1o Lugar
* Internacional AGFAnet Photo Award – Categoria: Close-Ups 2006
* Finalista do Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo, no ano de 2006, na categoria de Fotojornalismo.
2007
* 3o Prêmio New Holland de Fotojornalismo – Menção honrosa – categoria fotojornalismo agrícola
2008
* Prêmio Especial no 2o Concurso Avistar Itaú BBA de Fotografia – Aves Brasileiras
* Prêmio Sistema Fieg de Comunicação – 1o lugar fotojornalismo -Trabalhadores da construção civil
* Menção honrosa 4o Prêmio New Holland de Fotojornalismo
* Prêmio Leica – Foto: Cidade de Goiás – Finalista
2009
* Prêmio Faeg de Jornalismo – Foto: ” A arte do deslocamento de boiadas” – 2o lugar fotografia
* Concurso Fotográfico Cidade de Santa Maria – Foto: “Vendo o desfile passar” – 2o lugar categoria PB
* Prêmio Sistema Fieg de Comunicação – Foto: “Silicose, mal silencioso em Pirenópolis” – 2o lugar fotografia
* Concurso Fotográfico do Sistema CNA – Weimer Carvalho – Foto: “Cabeça de repolho” * Selecionado no 08o Salão Nacional de Arte de Jataí-GO – Museu de Arte Contemporânea
2010
* Prêmio Top Etanol – Foto: “Sustentabilidade no Velho Chico” – Menção honrosa de fotojornalismo
* Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos – Foto: Série “De frente pro crime” – Menção Honrosa categoria Fotojornalismo
* Prêmio Sistema Fieg de Comunicação – Foto: “O desafio é equilibrar as contas” – 2o lugar fotografia
2011
* Prêmio Leica – Foto: “O melhor amigo” – Menção Honrosa
* Juri do Prêmio Esso de Jornalismo – Fotojornalismo
2012
* Finalista do Prêmio Esso de Jornalismo 2012
* Participação no Livro “O Melhor do Fotojornalismo 2012”.
* Premiado pela Revista Photo “Le Plus Grand Concours Photo Du Monde”, categoria – Paisagem
2013
* 2o Lugar no Prêmio OAB de Jornalismo – O Altar da Morte
* Juri do Prêmio Esso de Jornalimso – Fotojornalismo
* Participação no Livro “O Melhor do Fotojornalismo 2013.
2014
* 2o Lugar na categoria Fotojornalismo do Prêmio de Jornalismo 75 anos do Popular * 1o Lugar no Prêmio Fieg de Jornalismo –
* Juri do Prêmio Esso de Jornalismo 2014
* Curador da exposição fotográfica “Parque das Emas em Preto & Branco” por André Monteiro – 25 de julho a 31 de agosto no Sesc Centro, em Goiânia

EXPOSIÇÕES

* Exposição fotográfica
Tema: Compondo Espaços
Local: Museu de Arte Contemporânea de Jataí
Data: 03 a 30 de setembro de 1996
* Exposição fotográfica
Tema: Compondo Espaços
Local: Galeria Frei Confaloni – Goiânia- GO
Data: 16 a 31 de outubro de 1996
* Exposição fotográfica
Tema: Compondo Espaços
Local: Universidade Federal de Viçosa – MG
Data: 12a 30 de junho de 1997
* Mostra Fotográfica Consigo a Melhor Imagem
Trabalho finalista no 1o Concurso Nacional de Fotografia Consigo Local: Salão de Exposições Consigo – São Paulo-SP
Data: entre os dias 20/08/2008 e 13/09/2008.
* Exposição Coletiva – A Flor na Paisagem.
Trabalhos do 14o Concurso Itaú BBA de Fotografias.
Museu da Casa Brasileira – São Paulo .
De 9 de maio até 21 de junho de 2009.
* Exposição do 8o Salão Nacional de Arte de Jataí-GO.
De 26 de maio até 28 de agosto de 2009.
* Exposição “Duas visões” – Museu de Jataí
* Grupo ALUGA-SE “até meio Kg” em exposição no Museu de Arte Contemporânea de Jataí.
De 1o de setembro a 1 de outubro de 2011
* Exposição Coletiva dos Fotógrafos do Centro-Oeste – Brasília 2012, durante o mês da fotografia.
* Exposição fotográfica – Atacama 2013 Museu de Arte de Jataí
 Exposição Coletiva dos Fotógrafos do Centro-Oeste – Brasília 2014, durante o mês da fotografia.
* Exposição fotográfica – “Operantar XXIX” – Dezembro de 2014 Universidade de Brasília – UNB
Comemoração do Dia da Antártica
*Exposição Fotográfica “Fato Popular Olhar Incomum” – Galeria Potrich – Dezembro de 2014

REVISÃO ORTOGRÁFICA: ZECA MARTINS

Desde outubro de 2008. Editora Livronovo Ltda. Sócio-diretor. Responsável por todo o planejamento, produção editorial e desenvolvimento de novos produtos. Um deles é um sistema de apoio à autopublicação, baseado em impressão digital on demand, com controle 100% online de todas as etapas: produção editorial, impressão e distribuição por e- commerce. Tornou-se um sucesso comprovado de vendas em poucas semanas. Além disso, domino conhecimento para expressiva redução de custos financeiros de impressão, distribuição e logísticos, tanto para a formação quanto para a manutenção ou ampliação de acervo.
2007 a 2008. Editora Baraúna SE Ltda. Sócio-diretor. Responsável por todo o planejamento, produção editorial e desenvolvimento de novos produtos. Um deles é um sistema de apoio à autopublicação ,baseado em impressão digital on demand, com controle 100% online de todas as etapas: produção editorial, impressão e distribuição por e- commerce. Conhecimento para expressiva redução de custos financeiros, tanto para a formação quanto para a manutenção ou ampliação de acervo literário.
2007. PH2 Publicidade, Propaganda e Promoções. Diretor de planejamento estratégico & desenvolvimento de negócios. Responsável pelo direcionamento das prospecções,
potencialização de negócios com os atuais clientes, e condução da participação da agência em licitações públicas, pela elaboração das respectivas estratégias e criação das campanhas concorrentes.
2005 a 2007. Editora Atlas S/A. Prestador de serviços em regime de freelance ao setor de marketing, em lançamentos editoriais, publicidade e eventos do setor.
Desde 1998. Profissional independente em comunicação.

Clientes:

Fundação de Rotarianos de São Paulo;
Import Express, Tecnomania, Cleusa Presentes, Lojas Camicado, Universidade e Colégio Presbiteriano Mackenzie, Sol Inn Hotéis (grupo Sol Meliá), Grupo Siciliano, Mary Kay do Brasil, entre outros.
Ao longo de 1998, supervisão de criação e planejamento de projetos especiais de marketing direto para clientes como Honda Automóveis, Mercedes-Benz Caminhões, Pirelli e Nestlé.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO PRODUTO

LIVRO
FORMATO : 21 X 28 CM
PÁGINAS : 170
IMPRESSÃO A CORES
PAPEL COUCHÊ 170G
CAPA DURA COM SOBRECAPA EM PAPEL LAMINADO

Boneco Amostra

Livro Parque das Emas (detalhamento)
Planilha de Custos

MINISTÉRIO DA CULTURA
PRONAC: 151122

Custo do projeto Aprovado R$ 87.417,00

Mapa

, , , , ,

Teatro Gamaro

O Teatro Gamaro é uma unidade de negócio de iniciativa privada do GRUPO GAMARO, que tem como objetivo, estar entre as principais opções de atrações culturais e realização de eventos corporativos da cidade de São Paulo.
Rua Dr. Almeida Lima, 1.176 – Mooca | São Paulo / SP

Saracura In Concert

O “Saracura In Concert” é um projeto de Lei Rouanet com o qual o Saracura pretende levar música de concerto (música erudita) aos hospitais de São Paulo.
• Acontecerão concertos gratuitos dentro dos hospitais, em áreas como recepção, atendimento ao pacientes, anfiteatro e também áreas de passagem.

Objetivos

• Incentivar e valorizar a música erudita;
• Contribuir para que os pacientes e funcionários dos hospitais
tenham mais acesso a cultura da música erudita;
• Humanizar o ambiente hospitalar levando música ao vivo para as áreas de convivência dos hospitais parceiros.

A atuação nos hospitais

As apresentações serão pequenas formações camerísticas com curadoria do Grupo Saracura
• Cada uma contará com aproximadamente 5 musicistas e o repertório será direcionado para música erudita brasileira
• Elas ocorrerão uma vez ao mês em oito hospitais diferentes e terão a duração de 1 hora cada.
• Além disso, serão registradas em áudio e vídeo e estarão disponíveis no site do projeto.

In Concert

Depoimentos

“A música toca a alma e foi assim que vocês se aproximaram do meu pequeno Bernardo, desde de 1 mês de vida internado em uma UTI no Sabará ele que durante 1 ano e meio que teve de vida ouvia e dançava ao som do Saracura. Agradeço cada nota ouvida por nós em vários momentos de nossas vidas, que ficava mais leve quando vocês chegavam.”
“Estive em um momento muito importante da minha vida em um hospital aonde a paciência perseverança e paciência , fazia-se necessária para aguentar o tormento de meu tratamento doloroso e inquietante . Mas graças ao grupo, a cada vez que recebia uma visita, eles me enchiam de felicidade com musicas e mensagens sobre o amor. Obrigado Grupo Saracura! SARA E CURA mentalmente, espiritualmente e consequentemente fisicamente Mesmo! ”

Por que patrocinar?

Ao associar sua marca a iniciativas como a do Saracura, a empresa patrocinadora:
• Herda os valores praticados pelo Grupo Saracura • Pratica a Responsabilidade Social
• Fomenta a cultura nacional, assim como estimula a produção e difusão de bens culturais de valor universal
• Passa a ser e a ser vista como uma instituição melhor, que acredita na cultura e pratica o bem!

Como sua empresa pode ajudar?

Lei Rouanet (Lei federal no 8.313/91)
A lei federal de incentivo à cultura proporciona ao patrocinador do projeto o direito de utilizar parte da verba destinada ao Imposto de Renda para patrocinar projetos culturais.
O “Saracura In Concert” – PRONAC No 158844 esta inscrito como artigo 18, na Lei Rouanet. Com isso, a empresa patrocinadora, tem o direito de direcionar para o projeto aprovado, até 4% do imposto de renda.

MINISTÉRIO DA CULTURA
PRONAC: 15884

Diário Oficial da União

Link com COTA DE PATROCÍNIO E CONTRAPARTIDAS

Projeto InConcert